CÂMARA DE VEREADORES APROVA NOTA DE REPÚDIO.

Bruno Curvina - Presidente da Câmara Municipal de Pedreiras

Durante a sessão ordinária da última quinta-feira (16), a Câmara de Vereadores de Pedreiras aprovou a monção de repúdio contra a Proposta de Emenda à Constituição – PEC 287.

A iniciativa da presidência da Câmara, o Vereador Bruno Curvina encaminhou através da mesa diretora a moção de repúdio contra a reforma da previdência para o Presidente da República, Michel Temer; ao Presidente da Câmara dos Deputados Federais, Rodrigo Maia e ao Presidente do Senado, Eunício Oliveira.

“Na última sessão da Câmara Municipal, enviei uma NOTA DE REPUDIO contra a PEC 287 que trata da REFORMA DA PREVIDÊNCIA. Esta PEC retira direitos adquiridos ao longo de muito tempo, e é um desrespeito à classe trabalhadora Brasileira. Se aprovada irá praticamente extinguir a aposentadoria das pessoas mais humildes e trabalhadores, que estatisticamente uma grande parcela em nossa região nordeste nem chega a esta idade de 65 anos com vida e quando chega já tende a apresentar terríveis sequelas do tempo. Aposentadoria é um meio de conceder uma qualidade de vida mínima para as pessoas que trabalharam duro durante toda uma vida, o povo brasileiro merece ser respeitado. A NOTA foi aprovada por unanimidade e agora será enviada para a presidência da república, câmara federal e Senado. Diversos líderes municipais do meu partido PDT estão nessa luta enviando também notas de repudio, tenho certeza que somados iremos contribuir para a NÃO APROVAÇÃO desta PEC DO MAL. Relatou o presidente da Câmara.

A proposta do governo Temer que está em tramitação no Congresso Nacional acaba com os direitos da classe trabalhadora deste país, sendo o principal deles a garantia de acesso ao benefício da aposentadoria. A PEC 287 trás umas das medidas mais abusivas, o aumento do tempo de contribuição para o trabalhador se aposentar, nela exige que os trabalhadores da inciativa pública e privada contribuam 49 anos para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para obter aposentadoria com valor integral. 


Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.