COTIDIANO | Wugmar Fernandes: Trabalhando e esperando dias melhores


Há dias que ao passar por essa esquina da Avenida Rio Branco, ao lado do Palácio Municipal de Pedreiras, esse vendedor ambulante tem me chamado atenção. Então, hoje, (3), ao passar a pé pelo local, resolvi parar e conversar um pouco com o cidadão. 

"Nada vem de graça, nem o pão, nem a cachaça". A vida nunca foi fácil para ninguém. E, nesse momento em que as pessoas só falam em crise, há sempre alguém que está inovando e fazendo algo para continuar sobrevivendo, pagando as contas e sustentando a família. 

Assim é o cidadão riograndense, da cidade de Patu, 40 anos de idade, mas já morando na cidade há 32 anos. Segundo Wugmar, chegou aqui com os pais com 8 anos de idade.

Há 15 anos trabalha como vendedor ambulante de confecção. Fazia feiras em várias cidades do Maranhão, mas devido as vendas terem ficado ruíns e o valor altíssimo do combustível, resolveu ficar em local fixo. A confecção que vende é comprada em São Paulo, Pernambuco e Ceará; garante ter a nota fiscal de compra.

Wugmar tem como referência em Pedreiras a família Teixeira. Disse que o saudoso ex-vereador Chico Paulo, avô de Marcos Teixeira, era seu tio. É casado. Tem 4 filhos. Mora na Avenida Zezinho do Padre, em Trizidela do Vale-MA. 

Um cidadão do bem, simples, trabalhador e que está todos os dias no mesmo lugar de sempre, vendendo sua confecção e bastante simpático com todos que passam. 

 Joaquim Filho
Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.