DIREITO DE RESPOSTA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Unidade de Ensino professor Ernildo de Oliveira Gomes, por meio de sua diretora, Aristélia Sampaio, vem através deste relatar a verdade dos fatos acerca de um artigo publicado neste blog, na manhã do  dia 13 de junho de 2014, onde o autor do artigo, Diogo Nascimento, relatou várias inverdades acerca da remoção de um professor da referida escola.

Primeiramente cabe ressaltar que todo ato administrativo relativo à educação no município de Pedreiras é de competência da Secretaria de Educação, e esta tem o poder discricionário de lotar, permutar ou remover qualquer servidor, desde que dentro dos limites da lei, o que ocorreu em relação ao professor citado, pois o mesmo é servidor com lotação na Sede de Pedreiras, portanto cabe à Secretaria de Educação lotá-lo em qualquer escola da Sede sem que isso fira seus direitos constitucionais.

O Colégio Professor Ernildo sempre tem se preocupado em manter um excelente nível de qualidade de ensino com acompanhamentos constantes aos processos pedagógicos e didáticos do seu quadro de professores.

O colunista Diogo Nascimento, que sequer conhecer a escola Professor Ernildo, jamais esteve na escola para ouvir a direção acerca dos fatos por ele relatados e muito menos sabe sequer o endereço da escola, vem a público relatar um fato que diz respeito apenas à esfera administrativa da Secretaria de Educação do Municipio, e de forma irresponsável, tenta macular o nome da escola e de sua direção. É de se imaginar que por trás destas letras publicadas neste blog há a imagem de quem mais está interessado em prejudicar a direção da escola que é o professor de Ciências e Matemática, citado no artigo.

Realmente senhor colunista não houve a referida manifestação, mas não porque os alunos foram orientados a não fazerem, mas porque não houve adesão por parte dos alunos e seus pais, tendo o referido professor alcançado cerca de 6 assinaturas no tal abaixo assinado, num universo de 300 alunos entre os turnos matutino e vespertino, isso demonstra o quanto era “intenso” o desejo dos alunos em que ele permanecesse na escola.

Quanto ao fato do colunista ter dito que a remoção ocorreu sem o aval do professor é mais uma inverdade, pois segue anexo termo de lotação do referido professor em outra escola da Sede do município em um bairro vizinho, datado de 11 de junho de 2014, assinado pelo professor.  Também no dia 28 de maio de 2014 o conselho escolar reuniu-se para tratar da remoção do referido professor o que foi aprovado pelo conselho, conforme ata em anexa.

Por último informo que todos os procedimentos legais para evitar manchar o nome da escola serão tomados, pois não permitiremos que inverdades acerca da escola sejam publicadas de forma irresponsável, pois o referido colunista deveria, antes de publicá-las , ouvir os dois lados da moeda. Só temos a lamentar tal atitude e mais uma vez dizer que tal assunto deveria ter sido mantido somente no âmbito administrativo, vez que quem detêm o poder para agir neste caso é a Secretaria de Educação do Município de Pedreiras e em razão de ter sido levado à publico nos sentimos no dever de esclarecer os fatos à população.  

Aristélia Sampaio
Diretora da Unidade de Ensino Professor Ernildo de Oliveira Gomes


anexos: 

 
Remoção assinada e Ata de Remoção do Conselho

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

2 comentários:

  1. AÍ TEM MAIS COISA POR TRÁS. O CARA DEVE SER BOM E PEITAVA O SISTEMA MEDÍOCRE E INCOMPETENTE DA EDUCAÇÃO DESSE GOVERNO. PODE VER QUE NÃO ENTRAM NO MÉRITO DA RAZÃO DA REMOÇÃO DO PROFESSOR, APENAS JUSTIFICAM QUE É ATO DE DECISÃO DA SECRETARIA. E IMPLORAM QUE A COISA FIQUE APENAS NO AMBITO ADMINISTRATIVO, QUANDO A CONSTITUIÇÃO FEDERAL É CLARA EM GARANTIR A PUBLICIDADE COMO UM DOS PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA.
    AÍ TEM!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza os membros desse conselho são um bando de incompetentes, devedores de favor a políticos que desejam manter o povo alienado à educação. Se eu fosse de Pedreiras faria o mesmo que fizerem com a Presidente Dilma Rousseff semana passada, mandaria todo mundo ir tomar no c.......

    ResponderExcluir

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.