ESPAÇO MULHER: HOJE É DIA DE CÉLIA MARQUES

Sábado passado (02/03) realizamos mais um encontro da Ufadep. Dessa vez foi na Congregação do Bairro do Diogo. Depois de uma manhã maravilhosa fomos para a escola do referido bairro onde seria servido o almoço, oferecido pela congregação anfitriã. 

Às 14h30min, retornamos para a igreja onde ficamos até a hora do evangelismo, no final da tarde. 

Andando pelas ruas do bairro e entrando nas casas, convidando os moradores para o culto à noite, algumas irmãs se depararam com uma situação muito triste: um senhor vivendo em estado de miséria. Segundo o que constatamos e ouvimos, o mesmo come mal, dorme mal e a única coisa que ele tem como companhia é a solidão! 

Quando já estava em casa, uma das irmãs que o conheceu, entrou em contato comigo e contou a situação desse senhor. 

Eu pergunto: "Onde estão os nosso políticos que fazem tantas promessas na época da eleição? Onde estão aqueles que se dizem bons? Onde está a tal da sociedade? 

Eles estão nas suas com suas vidinhas medíocres, fúteis e gastando mais dinheiro com coca-cola do que em fazer algo bom para alguém. Podemos até pensar: ‘Ah, não posso mudar o mundo!" Não, você não pode, mas com certeza, você pode mudar o mundo de alguém! Então, pensando nisso, resolvi ir na casa daquele senhor no dia seguinte, queria ver com os meus próprios olhos a situação. 

Chegando lá, vi que era pior do que tinham me dito. O que vi, foi um homem de 53 anos, no fundo de uma rede, com a clavícula quebrada, o lado esquerdo paralisado (por causa do derrame cerebral). Ao seu redor, muita sujeira, remédios vencidos que ele toma assim mesmo pra aliviar suas dores. Uma casa cedida pela vizinha que serve também como depósito de lixos e tijolos. 

A casa nao tem energia, cheia de telhas quebradas e o mato está tomando de conta. Do lado dele, uma lata com papelão com fogo, só assim, os mosquitos dão um pouco de trégua. Um rádio antigo movido a pilhas é a única coisa que lhe coloca a par do mundo, já que ele sequer pode ir na porta da rua. 

Uma irmã que estava comigo, disse: "Eu tenho um cachorro e jamais aceitaria ele viver assim." E começou a chorar. Claro que eu também não suportei. Conversamos com ele por um bom tempo, alguns vizinhos disseram que ele se droga. Mas e dai? Deixaremos de ajudá-lo por causa disso? Ele precisa de ajuda. Não importa o que ele fez no passado. É impossível ver uma pessoa nessas condições e não se comover. Seria desumano demais. 

Resolvi ajudá-lo, embora não possa fazer muito, mas vamos fazer o que podemos. 

Ajudar alguém nos dias de hoje é raro, vivemos em uma sociedade onde você vale pelo o que você tem, que te julgam sem te conhecer, onde o seu valor depende da sua conta bancaria. 

Não estou dizendo que ter estrutura financeira é errado. Estou dizendo que ter e não ajudar, isso sim, é errado. 

Li uma história que me chamou atenção. Diz assim: 

"Havia um fazendeiro que não gostava do seu vizinho. Um dia ele chamou um dos seus empregados e mandou que ele entregasse uma linda cesta embrulhada para ele. Quando recebeu o presente, o vizinho ficou muito feliz. Abrindo-o teve uma grande surpresa, a cesta estava cheia de lixo. Gentilmente, ele pediu ao empregado que esperasse um pouco, e saiu. 

Retornando, entregou um lindo presente e pediu que o entregasse ao seu patrão. O fazendeiro se indignou, pensando na ousadia do seu vizinho em lhe afrontar lhe dando lixo de presente, mas, quando ele abriu para sua surpresa, era a cesta cheia de lindas frutas da roça daquele homem. E no bilhete estava escrito: "CADA UM OFERECE AQUILO QUE TEM." 

Às vezes, o que precisamos é de mais uma chance, um sorriso, um abraço, um simples "bom dia!" Mesmo no fundo do poço, receber uma nova oportunidade pode mudar toda uma historia. 

Pense nisso, mude o mundo de alguém. As nossas atitudes mostram quem realmente somos, sempre tem uma pessoa que precisa de nós, e se você pode ajudar, ajude, faça algo. Com certeza você se sentirá muito melhor. 

A Palavra de Deus nos diz: "Mais bem-aventurada coisa é dar que receber." (Atos. 20.35). 

Se você dá, é porque você tem e porque você pode. Mude o mundo de alguém, quem sabe amanhã alguém mudará o seu, porque a vida é uma roda gigante. 

...E Nunca esqueça: " Porque d’Ele e para Ele são todas as coisas." 

Tenham todos um fim de semana abençoado no Senhor! 

Celia Marques.

E, NÃO FALTE.

3 comentários:

  1. Texto muito inteligente e bem elaborado. Parabéns, colunista Célia Marques. Precisamos viver um cristianismo de verdade!!

    ResponderExcluir
  2. EU FUI À I MARCHA DA MULHER E VI O QUANTO ESSA CIDADE ESTÁ SE ORGANIZANDO, O POVO ESTÁ ABRINDO A MENTE, DEUS ESTÁ AGINDO NO CORAÇÃO DAS PESSOAS.
    CÉLIA MARQUES VEM SE DESTACANDO COMO UMA MULHER DE LUTA, DE EVANGELHO E ESPÍRITO NA PALAVRA DE DEUS.
    AO ACEITAR O CONVITE PARA ESCREVER NESSE BLOG, ELA PASSARÁ A MORALIZAR MAIS ESSE ESPAÇO E FAZER COM QUE AQUI AS PESSOAS SE AMEM E SE RESPEITEM.
    PARABÉNS CÉLIA, ESSA CIDADE PRECISA DE UMA MULHER COMO VOCÊ.

    ANASTÁCIO NUNES

    ResponderExcluir
  3. Felicito Célia Marques pela organização da I Marcha da Mulher Cristã e pela conquista do espaço no blog Pedras Verdes.Respeito seu ponto de vista porém não compartilho do mesmo no que se refere ao seguinte questionamento:"Eu pergunto: "Onde estão os nosso políticos que fazem tantas promessas na época da eleição? Onde estão aqueles que se dizem bons? Onde está a tal da sociedade?"...Não podemos e nem devemos generalizar, precisamos reconhecer que na nossa sociedade existem inúmeras pessoas altruístas,que independentemente de ocuparem cargos políticos se preocupam com o bem estar do outro.
    Poderia aqui citar nomes de pessoas que ajudam o próximo sem alarde e/ou sem se tornarem alvos de holofotes, conheço exemplos de total desprendimento, que apesar de enfrentar momentos difíceis em sua vida nos mais variados aspectos é capaz de reunir esforços e ajudar quem está necessitando e ainda assim ser estigmatizado pela sociedade pelos problemas que enfrenta...Pessoas anônimas que vivem a Palavra de Deus nos diz: "Mais bem-aventurada coisa é dar que receber." (Atos. 20.35).mas,também compreende quando diz:Guardai-vos de fazer a vossa esmola diante dos homens, para serdes vistos por eles; aliás, não tereis galardão junto de vosso Pai, que está nos céus.
    Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
    Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita;
    Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente.
    Quando escrevemos um texto desejamos nos fazer entendido(a), por isto, na essência do seu texto, o que está nas entrelinhas,é uma mensagem de despertamento do exercício de amor ao próximo e neste sentido eu concordo com você.

    ResponderExcluir

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.