ENLACE MATRIMONIAL DE WADNA E JADIEL




Por: Joaquim Filho

Simplicidade, beleza, bucolismo e muita emoção marcaram o enlace matrimonial dos jovens Wadna, filha do casal José Wilson Martins Santos (FIFA) e Deusimar de Jesus Santos, com Jadiel, filho do casal José Jorge de Queiroz Santos e Claudenir Maria Tonéo Queiroz, acontecido neste sábado, dia 08, na Chácara do empresário Sousa – da Churrascaria o Sousa, no povoado Angical, ao lado da MA que liga Pedreiras à Joselândia.

A cerimônia matrimonial teve início às 12h30min. e foi celebrada pelo padre Zé Geraldo, que mais uma vez, em seu sermão, emocionou os noivos, parentes, familiares e aos presentes com um discurso voltado para a realidade, dizendo-os que no namoro tudo é flores, mas que tudo só passa a valer a partir de agora, pois o casamento sempre foi e será um grande desafio para aqueles que ainda acreditam no amor.
A parte de animação de cantos fora feita pelos jovens que animam as Missas, na Igreja Matriz de São Benedito, os quais podemos destacar Sônia Maria, HIldilandes, Sebastião e Josivan Pereira. Quem também participou com esse trabalho como violonista foi o jovem Silvio César, Designer, servidor público municipal, integrante da Fundação Pedreirense de Cultura.

O comentário inicial foi feito pelo Ministro da Eucaristia, o Admilson, da Brilhante, que ao lado da sua esposa Gentil, dirigiu todos os trabalhos, no auxílio do celebrante, Padre Zé Geraldo.

A primeira leitura foi feita pelo tio do noivo, o professor universitário e diretor do Colégio Corrêa, Cícero Queiroz, a qual pode ser conferida no Livro do Gêneses 1,26 – 28.31, que fala da determinação e do poder de Deus quando criou o Homem à sua imagem e que este dominaria sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, sobre os animais selvagens e sobre todos o répteis que rastejam pela terra. Na leitura feita pelo professor Cícero Queiroz, a tônica foi a demonstração, segunda as escrituras, de que Deus criou o homem e a mulher e os abençoou-os, dizendo: “Crescei e multiplicai-vos, enchei e dominai a terra...”

O Salmo 117 foi lido pela professora Dalva Queiroz, esposa de Cícero Queiroz e tia do noivo, que a cada leitura, os presentes respondiam: “Felizes os que temem o Senhor e trilham seus caminhos!

A Leitura do Evangelho foi feita pelo Padre Zé Geraldo, que poderá ser conferida em Mateus 7,21.24-29, que fala que quando Jesus estava com seus discípulos, disse-lhes: “Nem todo aquele que me diz “Senhor, Senhor”, entrará no reino dos céus; mas só aquele que faz a vontade do Meu Pai que está nos Céus.”

Antes de fazer a homilia direcionada aos noivos Wadna e Jadiel, Padre Zé Geraldo, de surpresa convidou Cícero Queiroz para dizer algumas palavras aos noivos. Cícero Queiroz se dirigiu aos noivos e lhes disse que em matéria de casamento, não iria mostrar o caminho da felicidade, pois os dois, juntos, era que a partir daquele momento iriam ter que descobrir esse caminho; pois, casamento, segundo Cícero, cada experiência é diferente uma da outra. Então, que eles não procurassem ouvir e nem buscar o modelo em outros casamentos, nem mesmo no casamento dos pais, mas que eles procurassem ouvir a voz de vossos corações e caminhassem juntos, se amando e se respeitando...

Na qualidade de padrinho da noiva, Wadna, pois Wadna foi uma afilhada que nós ganhamos de presente ainda na nossa juventude, também fomos pego de surpresa para falarmos uma palavra aos noivos. E, nas nossas palavras procuramos enfatizar que aquele momento era muito importante para a vida de muita gente, assim, como também para a sociedade, pois ali, nós estávamos assistindo um verdadeiro resgate da tradição, dos valores éticos e morais da família brasileira. Falamos assim, no sentido de lamentarmos a destruição moral e de valores que vem passando a instituição chamada família.

Após a celebração do enlace matrimonial, os convidados foram todos para um espaço reservado sob as árvores da chácara e até altas horas o momento foi só de alegria, comemoração com bastante bebida e comidas, numa verdadeira confraternização das famílias, parentes e amigos.

Aos noivos WADNA e JADIEL, que por coincidência têm as letras AD no meio de seus nomes, nós gostaríamos de dizer-lhes que esse casamento tem tudo para dar certo, porque já nasceu alicerçado em dois grandes pilares: A (amor) e D (Deus).

Que Wadana e Jadiel possam sempre viver juntos, um “Tonéo” bem grande e cheio de felicidades.
Amém!

 
 

Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.