TIRO DE GUERRA 10-008 DE PEDREIRAS TEM NOVO CHEFE



Texto: Joaquim Filho 
Aconteceu nesta sexta-feira próximo-passada, dia 03 de fevereiro de 2012, com início às 19h30min, na Câmara Municipal de Pedreiras, a Solenidade de Passagem de Chefia do Tiro de Guerra 10-008 – Pedreiras – MA, na qual o 1º Sargento de Engenharia ALDOMÁRIUS GRANGES E DANTAS efetuou a referida Chefia ao seu substituto, o 1º Sargento de Artilharia ELBIO RONALDO FERNANDES VICENTE. 

A Solenidade se deu num clima de alegria, cordialidade e muita emoção por parte dos familiares, autoridades, amigos e admiradores dos dois Sargentos, anfitriãos dessa magnífica festa, que marcara o início de um novo tempo: o tempo de uma nova ideia e conceito que a população de Pedreiras e Trizidela do Vale doravante farão sobre o Exército Brasileiro, em especial, ao Tiro de Guerra. 


Presentes ao evento, algumas autoridades locais: Dr. Lenoilson Passos da Silva, Prefeito Municipal de Pedreiras; Dr. Walber Rodrigues da Cruz, Vice-prefeito Municipal de Pedreiras; Otacílio Tavares Fernandes, Presidente da Câmara Municipal de Pedreiras; Márcio José Nogueira Oliveira, Tenente da Polícia Militar Independente do Maranhão; José Martins dos Santos, Chefe da COMDEC; José Ivaldo Lima, Secretário Municipal de Saúde; Wescley Brito da Silva, Presidente da Fundação Pedreirense de Cultura – FUP; Aldenora Medeiros Veloso, Presidente da Faculdade de Educação São Francisco – FAESF; Kátia Jovino, Secretária Municipal de Assistência Social; Francisco Rogério, Secretário Municipal da Juventude e Pedro Batista Ribeiro Filho, Secretário Municipal de Administração. 

O Mestre de Cerimônia convidou o Excelentíssimo Senhor Prefeito Municipal de Pedreiras, Dr. Lenoilson Passos da Silva a adentrar ao Plenário, acompanhado dos Sargentos Granges e Fernandes, os quais foram recepcionados e ovacionados pelos presentes, com uma calorosa salva de palmas. 

Em seguida, foi entoado por todos, com muito respeito, o Hino Nacional Brasileiro, cuja letra é de autoria de Joaquim Osório Duque Estrada e música de Francisco Manuel da Silva. 

Terminado a execução do Hino Nacional Brasileiro, o Mestre de Cerimônia fez a leitura do Ato Oficial de Exoneração. E, assim, fora feito: o aditamento da DCEM, nº. 085, de 26 de outubro de 2011, exonerou o 1º Sargento de Engenharia Aldomárius Granges e Dantas, da Chefia do Tiro de Guerra 10.008 – Pedreiras-MA. 

Ao ser exonerado do cargo de Chefe do Tiro de Guerra 10.008 de Pedreiras-MA, o Sargento Granges fizera o seu discurso de despedida. 

Movido pela emoção e a sensibilidade que carrega na alma, o Sargento Granges fizera um discurso pontuado de lágrimas, no qual citou todos os momentos vividos em Pedreiras. Fez questão de agradecer a todas as pessoas que foram parceiras dele, nessa bendita caminhada. 

Após o discurso de despedida do Sargento Granges, fora feita a nomeação do novo Instrutor e, através da leitura do Ato Oficial de Nomeação Informex, nº 15, de 15 de julho de 2011, o 1º Sargento de Artilharia Elbio Ronaldo Fernandes Vicente fora nomeado como Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 10.008 – Pedreiras-MA, subordinado à 10º Região Militar, para o biênio de 2012 e 2013. 

Depois disso, estava empossado o 1º Sargento de Artilharia Elbio Ronaldo Fernandes Vicente, que nasceu em Alegrete-RS, em 14 de março de 1969. Rebento do casal: Cloromida Fernandes Vicente e Francisco Fontoura Vicente. Casado com a senhora Carmem Lúcia Oribes dos Santos, com quem tem dois filhos: Rhuan dos Santos Vicente e Renan dos Santos Vicente. 

Incorporado às fileiras do Exército, em 08 de fevereiro de 1988, no Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva, do 9º Regimento de Cavalaria Blindado, em São Gabriel-RS. 

Declarado Aspirante a Oficial da Reserva, em 16 de dezembro de 1988. Estagiou como Aspirante Temporário de Cavalaria no 6º Regimento de Cavalaria Blindado, em Alegrete-RS. 

Convocado como Oficial Temporário para o 4º Regimento de Carros de Combate, em Rosário do Sul-RS, em 30 de janeiro de 1990, onde serviu como 2º Tenente Temporário de Cavalaria, por dois anos. 

Matriculado na Escola de Sargento das Armas, em 03 de fevereiro de 1992 e, promovido à graduação de 3º Sargento de Artilharia, em 27 de novembro de 1992 e, ainda designado para servir na 14ª Bateria de Artilharia Antiaérea, em Salvador-BA. 

Transferiu-se em julho de 1994, junto com a sua Organização Militar para a cidade de Olinda-PE. 

Foi transferido, em 29 de novembro de 1996 para o Comando da 6ª Região Militar, em Salvador-BA. 

Foi promovido à Graduação de 2º Sargento por antiguidade, a contar de 1º de dezembro de 1998. 

Foi transferido para o 22º Grupo de Artilharia de Campanha – Uruguaiana-RS, em dezembro de 1999. 

Concluiu com aproveitamento o Curso de Aperfeiçoamento de Sargento, em julho de 2002. Promovido à Graduação de 1º Sargento por merecimento, em 1º de julho de 2007 e, transferido para o Comando da 2ª Brigada de Cavalaria Mecanizada. 

Fora transferido para o 10º Batalhão Logístico, em Alegrete-RS, em dezembro de 2007 e, finalmente, em julho de 2011, designado para a Chefia do Tiro de Guerra 10.008 – Pedreiras, Estado do Maranhão. 

Após a leitura do Curriculun Vitae, do novo Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 10.008 de Pedreiras, a cerimônia continuou, pois ainda havia muita coisa para acontecer. 

Nesse momento foi feita a transmissão do cargo de Instrutor do Tiro de guerra, na presença do Prefeito Municipal de Pedreiras, que por Lei, é o Diretor do Tiro de Guerra, e, na presença das autoridades e de todos os presentes. 

Sendo conduzida pelo jovem e ex-atirador Lucena, a Bandeira Nacional Brasileira ocupou o seu lugar no dispositivo e, tão-logo acontecesse à transmissão da Chefia, a Bandeira Nacional Brasileira fora retirada do local. 

Nesse instante, fora a vez do discurso do Sargento Fernandes, o novo Chefe de Instrução do Tiro de Guerra 10.008 de Pedreiras. 

Após as palavras do Sargento Fernandes, o Sargento Granges aproveitou o momento para entregar a Medalha Tiro de Guerra ao Prefeito de Pedreiras, Dr. Lenoilson Passos da Silva, deixando bem explícito que a mesma é entregue aos Administradores Públicos Municipais que mais colaboram com os TGs, em todo Brasil. 

O Prefeito Municipal de Pedreiras, Dr. Lenoilson Passos fez uso da palavra e destacou, com ênfase, a satisfação que o Poder Público Municipal teve, em ter como parceiro o Tiro de Guerra local, na pessoa do Sargento Granges, pois, segundo ele, todas as ações realizadas pelo TG, nesses três anos, no qual o Sargento Granges esteve à frente, como de Chefe do mesmo, foram importantes para o crescimento do Município de Pedreiras, na questão da humanização do nosso povo. 

O Prefeito ainda usou das suas palavras para dar as boas-vindas ao Sargento Fernandes e, manifestou o interesse de continuar com a mesma parceria de sempre. 

Embora o período Natalino ainda esteja bem distante, o Sargento Granges deu uma de Papai Noel, com o seu jeito gentil, ofertou diversos presentes, dando uma lembrança àquelas pessoas que mais estiveram ao seu lado, nas horas difíceis e alegres. 

O apresentador de TV, jornalista e agora graduado em Letras, Tony Maranhão fizera mais uma vez com que o Sargento Granges derramasse lágrimas de emoção, ao cantar uma bela música, que não comoveu somente o Sargento, mas a todos que se encontravam na Câmara Municipal de Pedreiras. 

O poeta e Jornalista Moisés Abílio, passando pela Câmara Municipal de Pedreiras, no sentido de buscar a informação para o seu Blog e o jornal Cidades e Notícias, registrou cada momento, com a sua máquina fotográfica e, ainda fez um discurso, no qual mesclou a beleza e o encanto da poesia. 

Para finalizar, o Padre Zé Geraldo (como sempre) fora a grande atração do evento. Com o seu discurso direto e afinado, o Sacerdote contextualizou tudo numa só corrente de pensamento e fé. Aproveitou e deu as boas-vindas ao Sargento Fernandes e, disse-o “Irmão, quando precisar do Padre, eu estou aqui; pois eu vou precisar muito do Sargento.” 

O término da Solenidade se deu com um coquetel na Galeria da Câmara, onde todos os presentes puderam mais uma vez desfrutar dos últimos dias da simpatia do Sargento Granges e recepcionar com hospitalidade amistosa, o Sargento Fernandes e sua digníssima família. 

Mais uma vez, o Blog Pedras Verdes presenciou e registrou para essa e as futuras gerações conhecerem a nossa História. 

OBRIGADO, SGT. GRANGES! 

BEM-VINDO, SGT. FERNANDES! 

JOAQUIM FERREIRA FILHO 
Rua Corinto Nascimento, 39 – Goiabal – Pedreiras/MA. 
Membro da Academia Pedreirense de Letras – APL 
Graduado em Letras pela Faculdade de Educação São Francisco – FAESF 

11 comentários:

  1. Realmente joaquim filho os tempos são outros. se tu faiz uma brincadeira dessa com o Raimundo louro, ele sendo o prefeito e teu chefe tu tava no olho da rua. Mais como tu diz na crônica os tempos são outros.

    Posto mototaxis

    ResponderExcluir
  2. Quem assumiu o tg de pedreiras foi o Joaquim filho, esse sagento ai é a cara dele.

    Curiosidade

    ResponderExcluir
  3. Anfitriãos é meio esquisito. Não seria anfitriões?!

    ResponderExcluir
  4. Para o prefeito de Pedreiras, a frase correta seria? Que rei sou eu, Ali babá e os 40 ladrões, mas com esta coroa ficou até bem parecido, mais eu ficaria com a segunda a opção.

    ResponderExcluir
  5. Anfitriãos é meio esquisito. Não seria anfitriões?!

    Caro blogueiro anônimo que fez a seguinte observação acima. Confesso a você, que quando fui usar essa palavra no texto de forma pluralizada, eu fiquei em dúvida: seria ANFITRIÃOS OU ANFITRIÕES! Por mais que sejamos zelosos com a nossa Língua Portuguesa, sempre vamos deslizar na hora de usar certas palavras. Mas eu aprendi uma coisa muito importante em minha vida: nós não sabemos tudo. "Só sei que nada sei". Então, consultei o dicionário, pois o mesmo me orientou que as duas formas de escrever estão corretas. Ainda mais: ANFITRIOAS, quando se refere ao gênrero feminino, no plural. Agradeço ao amigo pela observação respeitosa e por abrir uma oportunidade de abrirmos uma discussão amistosa e saudável. Bom dia, amigo, ou amiga!

    JOAQUIM FERREIRA FILHO
    RUA CORINTO NASCIMENTO, 39 - GOIABAL - PEDREIRAS/MA.
    po.eti.zando@hotmail.com - (99) 8110.3668

    ResponderExcluir
  6. Cícero Rodrigues de Aragão7 de fevereiro de 2012 08:44

    Com certesa nosso grande gurreiro Sargento Granges, vai ficar na lembrança de todos Pedreirense pelo o grande trabalho que prestou em nossa cidade, é um homem de fibra e garra, seja feliz comandante, vc vai mas fica aqui nosso reconhecimento.

    ResponderExcluir
  7. Vou deixar uma pequena observação: Desculpe corrigir mas a palavra TCHÊ se escreve assim: "TCHÊ". E não como está escrita na foto..."THÊ"...

    obrigada.
    Liane Deniz

    ResponderExcluir
  8. Tiro de guerra é uma furada. O milico não recebe nem vencimento...

    ResponderExcluir
  9. E...O CARA sai do tiro de guerra onde é "comandante" e vai parar em uma sargenteanção "rabo-de-foguete" cheia de bombas pra resolver...

    ResponderExcluir
  10. Essa furada ai só serve para enganar grego. O atirador não aprende porra nenhuma, da meia duzia de tiro, tira serviço, e o pior, não recebe um centavo... quem recebe uma ajudazinha, é o instrutor, que ganha uns pontinhos a mais para futuras promoções...

    ResponderExcluir

Pedras Verdes, Pedreiras, MA, Brasil.